sexta-feira, 22 de outubro de 2010

Eu queria um amor de novela um amor que me tirasse o ar que me doesse só de pensar em perder. Um amor que acalmasse o caos do universo com um simples abraço. Um amor cujo beijo me desse frio na barriga e que quando fica longe de mim eu choro tanto que chega a borrar a maquiagem e inchar o meu rosto (e que mesmo neste estado ele me achasse a mulher mais linda do mundo, a unica). Que me desse dor de cabeça de tanto pensar nele e que essa dor só parasse com um beijo. Alguém que morresse de ciúme de todos os meus amigos e xingasse toda vez que ficasse inseguro, e que eu pudesse curar essa insegurança com um simples olhar ou demonstração de afeto. Um amor que me instigasse a tatuar seu nome por lugares espalhados do meu corpo, que pertenceria só a ele. Que me fizesse comprar seu perfume e usá-lo em todas as minhas roupas para cheirá-las e senti-lo quando ele não estivesse comigo. Que me fizesse escrever poemas e musicas intensas explicando por A+B o porque de ele ser a razão da minha vida. Que quando os lesse, se calasse e quando eu menos esperasse, falasse que me amava. Um amor que me fizesse cozinhar um jantar à luz de velas com vinho branco e existisse sobre uma trilha sonora romântica. Alguém a quem eu pudesse contar todos os meus segredos mais íntimos e irreveláveis sem medo de julgamento. Que me fizesse escrever cartas quilométricas em rolos de papel higiênico. Alguém a quem eu desse comida na boca, lambuzasse de sobremesa . Alguém com quem eu tirasse milhares de fotos para poder fazer uma parede dos nossos momentos. Alguem com quem todos os dias fossem diferentes, que todos fossem como a primeira vez. Queria ter asas e dividi-las com ele e quando ele não estivesse por perto me fizesse cair. Queria um amor pelo qual pudesse morrer, para tornar lindo o ato de viver. s2

2 comentários:

  1. MEnina tira essa verificação de palavras e xato demais ter q digitar isso kkkkkk

    bjs

    ResponderExcluir

Sonhem Comigo!